Aquecimento doméstico para o inverno de 2020

As soluções para o aquecimento doméstico são variadas. Não faltam propostas no mercado. Seja proativo e comece já a preparar o inverno. Vamos ao encontro do que realmente precisa!

Embora a primavera já dê o ar da sua graça, deixando-se acompanhar pelo sol e pela subida de temperatura gradualmente, o frio ainda não se quer despedir. Ainda hão de vir dias em que as mantas voltam ao sofá. A verdade é que atualmente temos cerca de 5 a 6 meses de temperaturas mais baixas. As estações do ano deixaram de ser tão bem definidas e os gastos com o conforto térmico subiram consideravelmente. Mas vamos ajudá-lo a contornar a questão dos custos e apresentar-lhe as melhores sugestões de aquecimento doméstico, já a pensar no próximo inverno!

A importância da temperatura correta

O valor mais consensual para a temperatura de uma casa no inverno é de 21 graus. Todavia, pode haver diferenças de assoalhada para assoalhada. Nos espaços que não estão a ser frequentados, a temperatura pode descer para 18 graus e nas casas de banho esta pode subir até 22 graus. Por outro lado, o próprio organismo também implica aqui uma taxa de variação.

Na realidade, o corpo humano não aguenta grandes variações. A partir dos 42ºC, as proteínas começam a cozinhar e todo o organismo entra em choque. Já o frio faz o metabolismo diminuir, mas não é tão fatal quanto o calor. O termómetro precisa descer abaixo dos 20ºC para poder haver uma paragem cardíaca.

Para evitar variações abruptas, o corpo dispõe de uma série de mecanismos para manter a temperatura interior constante e equilibrada, independentemente do clima. Para conter o calor, o principal mecanismo é a transpiração. O suor diminui a temperatura porque, para evaporar, ele retira calor da pele, refrescando-a. Para enfrentar o frio, um dos truques do organismo é fazer a pessoa tremer, o que ajuda a produzir calor internamente. Mas não estamos a falar de situações extremas. Nos contextos de emergência, o nosso corpo precisa de ajuda médica.

Hoje em dia, em condições normais, e pela variedade de marcas e modelos no mercado da climatização, investir num equipamento que lhe traga conforto térmico não pode ser encarado como um luxo. É uma necessidade! Já pensou no equipamento certo? Nós vamos ajudá-lo!

Equipamentos para aquecer a sua casa

É inquestionável que os aquecedores elétricos continuam a fazer parte do mobiliário da casa. Aliás, podemos dizer que cerca de 40% das famílias opta por aquecedores elétricos portáteis. Hoje em dia, existem os termoventiladores, acumuladores de calor, radiadores a óleo, climatizadores, enfim, equipamentos a baixo preço… Mas cujo uso aumenta significativamente a fatura da eletricidade!

Depois, podemos também falar dos sistemas de aquecimento central ou das lareiras, com ou sem recuperadores de calor. Para os primeiros, é necessário ter uma instalação específica de raiz, caso contrário, o preço será muito inflacionado. A lareira é uma proposta que pode ser muito estética e romântica, mas também tem vários riscos inerentes. Uma adequada ventilação é, sem dúvida, fundamental!

Na base de uma boa climatização da sua casa, ou de qualquer outro espaço, está a sintonia entre a performance do equipamento, a sua rentabilidade e a poupança associada. Estamos, claro, a falar de eficiência energética que categoriza os vários eletrodomésticos.

Neste seguimento, é inquestionável, a valorização do ar condicionado! Por que vai optar por um equipamento só para a função de aquecimento, quando pode escolher outro que apresenta uma panóplia de potencialidades?

Ar condicionado… Porquê?

O ar condicionado é o equipamento certo para o aquecimento doméstico. E também o é para o arrefecimento, para ajudar a desumidificar e ainda a purificar o ar. Precisa de mais razões? Pois, aqui estão elas:

– O ar condicionado é o equipamento que mais contribui para o seu conforto térmico: sem calor, sem frio, com os níveis adequados de humidade e com um ar saudável e respirável;

– Existem diferentes modelos de ar condicionado. Mural, cassete, consola teto/chão… Uma solução para cada necessidade, uma proposta ao nível de cada exigência;

– Pode escolher entre o sistema split ou multi-split. Dividido entre unidade interior e exterior, pode ter apenas uma ou climatizar toda a casa com várias unidades interiores. A exterior, essa é só uma! Já viu a praticabilidade deste sistema?

– Independentemente da marca ou modelo, a tendência da economia e eficiência é comum a todos os fabricantes. A tecnologia inverter é o exemplo disso mesmo. Esta tecnologia ajusta a velocidade de rotação do motor do equipamento, com vista a um funcionamento contínuo e não intermitente. Com o aumento e diminuição gradativos na rotação, não há picos de energia. Estabilidade e equilíbrio são palavras-chave neste sistema. Assim, não há pico de energia no momento de arranque do compressor, garantindo uma economia de até 40% no consumo de energia do ar condicionado. A Daikin explica que “a tecnologia inverter é semelhante à corrida. É necessária mais energia para correr rapidamente e parar do que para correr a um ritmo contínuo.” Conheça os modelos desta marca e de outras na montra online da Megaclima!

A importância de um bom isolamento da casa

Independentemente do sistema de climatização, um desempenho correto, na sua plenitude, depende de muitos fatores, sendo que um bom isolamento da casa é um grande potenciador. A par da escolha do melhor equipamento, tome em consideração fazer um reforço do isolamento das paredes, de portas e janelas. Assim, vai usufruir do melhor ambiente, minimizando o consumo de energia. Um isolamento deficiente poderá exigir mais do seu ar condicionado para atingir a temperatura desejada. O aparelho estará em esforço, vai sofrer um maior desgaste e irá gerar custos energéticos superiores.

Manutenção é palavra de ordem

A manutenção é algo inevitável em qualquer equipamento. Não está relacionado com o facto de se tratar de um modelo muito bom ou menos bom. Trata-se de uma etapa que faz parte da vida útil do aparelho e que contribui para o aumento de esta. É lógico que há peças que se vão desgastando com a própria utilização e a limpeza é essencial para garantir uma livre e saudável circulação de ar, por exemplo. Conheça aqui os contratos de assistência e manutenção da Megaclima.

Por que não contacta a Megaclima para saber mais como climatizar a sua casa? Ligue-nos para o número 219 253 300, envie-nos um email para geral@megaclima.pt ou preencha os nossos formulários online. Estamos ao dispor para qualquer esclarecimento ou informação!

Compartilhe o nosso artigo