Esterilizador de ar e purificador… Há diferença?

Passar o último ano em revista significa falar de pandemia, de todas as suas consequências na rotina das pessoas, das dificuldades que daí surgiram, do abalar da saúde física e psicológica de todos nós… A purificação e esterilização do ar assumem destaque em todos os contextos, passando também estes a ter um lugar cativo no nosso quotidiano. 

Vírus, bactérias, fungos e ácaros são responsáveis por complicações respiratórias e dermatites. Estimando uma percentagem considerável de pessoas que sofre de alguma dificuldade no trato respiratório, o esterilizador e purificador de ar ajudam a manter os ambientes fechados mais saudáveis. Já lá vamos à diferença entre estes dois equipamentos.  

Sabia que
334 milhões de pessoas em todo o mundo têm asma.
É a doença crónica mais comum da infância, afetando 14% das crianças globalmente.*
 


A poluição e as doenças respiratórias 

Não há dúvidas de que há uma íntima relação entre as doenças respiratórias e o meio ambiente. Estar sujeito às consequências da poluição começa logo na gestação! A poluição do ar, conhecida também como poluição atmosférica, refere-se à contaminação por gases, líquidos e partículas sólidas em suspensão, material biológico e até mesmo energia. Esta contaminação pode ser o resultado de fontes naturais (por exemplo: vulcões) ou fontes artificiais resultantes das atividades humanas no dia-a-dia. Eis algumas: 

  • Fumar 
  • Queima de combustíveis 
  • Uso de fertilizantes 
  • Gases libertados pelos automóveis 
  • Queimadas controladas na agricultura e na gestão de florestas 
  • Libertação de compostos orgânicos voláteis ou materiais particulados (atividades industriais, incineradoras e combustão de combustíveis fósseis) 

O nível de poluição causado por estas atividades humanas tem, obviamente, de ser controlado e fiscalizado. Acima de tudo, cada um de nós tem de ter o compromisso para com a ecologia e a sustentabilidade. Agora, nos espaços fechados, o esterilizador e purificador de ar podem ajudar a conseguir um ambiente mais saudável!  

Diferença entre purificador e esterilizador de ar 

Levar o ar interior ao próximo nível é, de facto, deixá-lo mais leve, mais limpo. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o ar interior é de 10 a 30 vezes mais poluído do que o exterior. Se passamos 80% no nosso tempo “dentro de portas” é natural a crescente preocupação com a qualidade do ar, sobretudo em fase pandémica.  

A diferença entre um purificador e um esterilizador de ar não está propriamente no resultado. Ambos funcionam no sentido de eliminar agentes poluentes, vírus, ácaros, bactérias, fungos, pólen, alergénios de animais domésticos e outros microrganismos. A forma como trabalham é que os diferencia. Mas conheçamos melhor estes dois sistemas. 

Funcionamento do purificador de ar 

Filtro HEPA eletrostático
Purificador Fotocatalítico

purificador de ar, no seu funcionamento, utiliza o sistema de filtragem. O purificador vai filtrar o ar do ambiente fechado, sendo que as impurezas e outros agentes contaminantes ficam retidos no filtro. Em seguida, devolve o ar ao espaço com maior índice de qualidade. Há uma renovação de ar que é muito importante para respirar mais saudavelmente. Regra geral, no contexto do equipamento de purificação do ar, podemos distinguir entre estes tipos de filtros: 

  • Filtros HEPA (High Efficiency Particulate Air) – que são capazes de filtrar 99.97% das partículas maiores que 0.0003 mm presentes no ar. Os filtros Hepa são considerados os mais eficientes do mercado, devido à sua grande capacidade de reter micropartículas, como vírus e bactérias. Diretamente relacionado com o seu grau de eficiência está o facto de serem um pouco mais caros. Mas não deixam de ser um bom investimento, quando bem conservados têm boa durabilidade e podem ser higienizados. 
  • Filtro de carvão ativado – O filtro de carvão ativado é o único capaz de reter partículas de gases nocivos e que causam odores no ambiente. Geralmente é utilizado em conjunto com filtros mais simples, que têm a função de reter as partículas mais grossas. Com relativa frequência, estes deverão ser substituídos para garantir sua funcionalidade correta. 
  • Filtro catalisador a frio: Também conhecido como catalisador de baixa temperatura, possui uma grande capacidade de remover o formaldeído e é a etapa final na captura das últimas impurezas residuais. 

Funcionamento do esterilizador de ar 

À semelhança do purificador, trata-se de um equipamento pequeno, e, como já o referimos acima, o objetivo é conseguir uma elevada qualidade de ar no interior. O seu modo de funcionamento é maioritariamente através do aquecimento, sendo as altas temperaturas as responsáveis pela eliminação dos microorganismos.  

  • Bloco cerâmico refratário – este possui minúsculos canais. O aquecimento do ar dentro do bloco faz-se com pequenas resistências. O aquecimento provoca a subida do ar (convecção), fazendo-o circular pelos canais do bloco de forma contínua e uniforme, sem necessidade de motor para forçar a passagem de ar. 

 
A empresa portuguesa AirFree usa a “exclusiva tecnologia TSS (Thermodynamic Sterilization System) patenteada, a qual destrói os vírus do ar a 200º C nos mini canais  cerâmicos do interior dos aparelhos (ceramic core), sendo que o calor transmitido para o ambiente equivale, apenas, a uma lâmpada de 50 watts”. Saiba mais sobre o  Modelo P100 da Airfree, que é adequado para ambientes até 42 m². 

Outro modo funcionamento que pode ser destacado é através da: 

  • Radiação UV (ultravioleta) – este é um método de esterilização do ar que usa a luz ultravioleta de comprimento de onda curto (ultravioleta C ou UV-C) para matar ou inativar microorganismos, destruindo o seu DNA, deixando-os incapazes de desempenhar funções celulares vitais. 

Em suma, um purificador e um esterilizador de ar têm a mesma função. Agora, é só decidir o que vai mais ao encontro das suas necessidades e do seu bolso, claro! Já teve a oportunidade de espreitar os modelos que temos à venda na Megaclima

Arejar todos os dias 

O compromisso para com a qualidade do ar interior passa também pela arejamento (ventilação). Abrir portas e janelas, na sua casa, no seu escritório fará toda a diferença. A renovação do ar é de extrema importância e vital para as pessoas. Assuma essa responsabilidade e, todos os dias, quer seja verão ou inverno, deixe também o seu espaço respirar! 

Quer os conselhos dos melhores especialistas? Basta falar com a equipa da MegaclimaLigue-nos para o número é o 219 253 300, escreva-nos um email para geral@megaclima.pt ou, simplesmente, preencha os nossos formulários online. Somos muito breves na resposta! 

*Global Asthma Report. Auckland, Global Asthma Network, 2014. 
http://www.globalasthmareport.org/resources/Global_Asthma_Report_2014.pdf