Humidade em casa: o que fazer?

Uma casa com humidade pode ser um verdadeiro pesadelo! Para além de comprometer o seu bem-estar e saúde, a humidade em casa pode degradar paredes e tetos, roupas, móveis, livros e até danificar infraestruturas. Para estarmos num ambiente saudável, com uma boa climatização, precisamos de uma temperatura entre os 20 e os 22ºC e de um nível de humidade entre os 40 e os 60%. Certificar-se de que consegue alinhar estes níveis é o primeiro passo.

Podem ser muitas as razões que estão na origem da humidade em casa. A construção deficiente é uma delas. Por outro lado, as casas localizadas em zonas muito húmidas ou as que já são muito antigas, dificilmente, escaparão aos bolores e manchas negras. As casas de banho e cozinhas são, regra geral, os primeiros alvos, sobretudo se forem espaços pequenos, que não têm um sistema de extração eficaz. Ter um desumidificador em casa vai, certamente, ajudar!

Mas o que é o bolor?

O bolor – ou mofo – é um fungo multicelular que forma uma rede filamentosa, o micélio, que por sua vez é composto de filamentos individuais, as hifas. Estas produzem os esporângios, onde se encontram os esporos que são responsáveis pela reprodução do fungo. É esta reprodução que vai gradualmente destruindo os revestimentos das paredes e dos tetos, e, em casos mais graves, até pode comprometer a estrutura. Normalmente, o que acontece é o estuque ou a tinta ficarem estragados, descascados, estalados ou no mínimo manchados (manchas escuras em superfícies claras ou manchas esbranquiçadas em superfícies escuras). Por outro lado, estes fungos são responsáveis pelo aparecimento de doenças respiratórias, sendo as crianças e os idosos especialmente sensíveis.

Tipos de humidade

Os diferentes tipos de humidade são identificados em função da sua causa. Assim, podemos diferenciar a humidade por condensação, humidade por infiltração e por capilaridade.

Humidade por condensação

Este é o tipo de humidade mais comum. Neste caso, o que acontece é que o vapor de água que produzimos no interior das habitações entra em contacto com superfícies mais frias e condensa, formando gotículas de água que se infiltra nestas mesmas superfícies. A humidade por condensação caracteriza-se por apresentar manchas com aspeto irregular nas paredes ou no teto e aloja-se sobretudo nos cantos. Por vezes, surgem bolores e cheiro a bafio, os vidros ficam embaciados regularmente e durante muito tempo. A cozinha, as casas de banho e os quartos são os espaços mais afetados. Este é um cenário frequente no inverno, a estação das chuvas e do frio.

Como produzir menos vapor de água?

Estando a humidade por condensação diretamente ligada ao vapor de água, deixamos aqui algumas dicas que podem ajudar:

  • Use menos água quente;
  • Ao cozinhar, tente tapar as panelas o mais possível e ter sempre o exaustor ligado;
  • Evite secar a roupa no interior das divisões. Caso o faça, aqueça a divisão e ventile-a adequadamente;
  • Areje e ventile bem as divisões;
  • Utilize os recipientes de recolha de humidade nos roupeiros e armários;
  • Não dispense a ajuda de um desumidificador. A Megaclima tem as melhores marcas e modelos ao seu dispor. Já conhece os premiados desumidificadores Meaco?
Humidade por infiltração

Existem diversos fatores que estão na origem deste tipo de humidade em casa. O clima é o fator principal.

Num cenário de neve, quando o inverno é particularmente frio e húmido, a neve e o gelo acumulam-se à volta da sua casa. Quando o clima fica mais ameno, nas estações mais suaves, a neve o gelo derretem e formam grandes volumes de água, e a terra, demasiado fria, não a pode absorver. Além do gelo que se derrete, no outono também costuma chover, e toda essa água pode infiltrar-se e causar danos graves.

Ora, se, no exterior, há rachas nas paredes, danos nos revestimentos ou caleiras e algerozes entupidos ou danificados, o resultado já sabemos qual é. Dentro de casa, as fugas nas canalizações são as principais culpadas. Garantir a qualidade dos materiais de construção e canalização é fundamental.

Humidade por capilaridade

A capilaridade é um fenómeno físico que consiste na ascensão da água por pequenos canos ou capilares. Tendo o chão e a base das paredes um isolamento deficiente entre o pavimento e o solo, a humidade por capilaridade ou ascendente vai aproveitar-se da situação. A água passa do solo e vai subindo pelo pavimento e pelas paredes, podendo atingir até 1,5m nestas, causando salitre, manchas e danos nos revestimentos. Para tratar este tipo de humidade será necessário introduzir materiais impermeáveis, injetar substâncias hidrófugas nas paredes, por exemplo. Vai mesmo ser necessário fazer obras de recuperação!

A importância do desumidificador

O grande protagonista no combate à humidade em casa continua a ser o desumidificador. Práticos e eficientes, os desumidificadores domésticos podem recolher grandes quantidades de água, todos os dias. Este equipamento vai garantir o nível correto de humidade em sua casa! Tenha em consideração que deverá adequar o tamanho do equipamento ao espaço onde o vai colocar. O tamanho está muitas vezes ligado à capacidade total para remover a humidade. A performance de um desumidificador é avaliada consoante a capacidade de remover a maior quantidade de água do ar ambiente por dia. Portanto, precisa de avaliar os metros quadrados da área em que pretende intervir.

Qual a marca que devo comprar?

MEACO, TROTEC, DAITSU OU TROIA estão entre as grandes marcas de desumidificação. Com modelos prestigiados, conseguem conjugar a tecnologia e a estética naquele que pode ser o seu grande aliado contra o excesso da humidade. Os equipamentos são cada vez mais eficazes, com filtros de ar, ionizadores antibacterianos e antivírus, bloqueio para crianças, função de secagem de roupa, entre outras potencialidades.

Na Megaclima, sabemos bem qual a importância de um desumidificador na otimização de um ambiente. Conhecemos e podemos explicar-lhe todas as vantagens dos vários equipamentos de climatização que disponibilizamos, desde desumidificadores a aparelhos de ar condicionado, passando por purificadores e cortinas de ar.

Não hesite e entre em contacto connosco! Ligue-nos para número 219253300 ou envie-nos um email para geral@megaclima.pt . Se preferir pode preencher o nosso formulário online. Temos uma equipa de profissionais à sua espera!

Compartilhe o nosso artigo
Follow by Email
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn