Qual a melhor tubulação para ar condicionado?

Na instalação de um equipamento de ar condicionado há diversos materiais e ferramentas a ter em conta. Um bom técnico de ar condicionado tem de fazer as escolhas acertadas para que o equipamento tenha uma vida útil prolongada, sempre com o melhor desempenho. A tubulação dos equipamentos de ar condicionado é essencial para atingir a sua performance plena!

Qual o comprimento mínimo de tubulação que se deve respeitar na instalação do ar condicionado? Que tipos de tubos devem e podem ser utilizados? Vantagens e desvantagens de certos materiais de tubulação – várias são as questões que devem ser colocadas antes de instalar o seu equipamento. E, como já tivemos a oportunidade de dizer, na base de um bom funcionamento está uma boa instalação. Deixe a instalação com os profissionais e consiga o tão desejado conforto térmico!

Antes da instalação do ar condicionado

Num projeto de climatização por ar condicionado, à semelhança de outros equipamentos, há várias etapas:

  • Num primeiro passo, há que fazer o cálculo das cargas térmicas e a análise de todos os dados físicos e outros aspetos que fazem parte desse mesmo cálculo térmico;
  • Na próxima fase do projeto de ar condicionado, já se dá início à escolha dos equipamentos, desenvolvendo-se representações gráficas do esquema de climatização, esboços, memórias descritivas e especificações de caráter técnico;
  • Na última etapa, a do projeto executivo, escolher-se-á o local para as unidades do ar condicionado e procede-se à instalação propriamente dita, com toda a perícia técnica que esta implica.

Se estamos a falar do ar condicionado split, com duas unidades (interior e exterior – evaporadora e condensadora), a localização e distância entre estas é muito importante e influencia a tubulação. 

3 tipos de tubulação necessária

Quanto mais perto estiverem as unidades, conseguimos reduzir custo com tubos e com mão-de-obra. Mas, atenção, existem distâncias mínimas a ser respeitadas! Já falamos neste aspeto mais à frente. 

Assim, para a infraestrutura que liga as duas unidades do ar condicionado, regra geral, são usados:

  • Tubos em cobre (também chamado de tubulação frigorífica), com bitolas e espessuras adequadas à carga térmica que o seu equipamento possuir. Certamente, o termo BTUs é-lhe familiar. Saiba mais aqui!
  • Tubulação com fiação elétrica, com cabos dimensionados conforme a carga do ar condicionado e um disjuntor exclusivo para cada aparelho.
  • Tubos de PVC para drenagem da água, ligados à rede pluvial da infraestrutura.

Comprimentos mínimos e máximos de tubulação dos equipamentos de ar condicionado

O compressor tem como função levar e trazer o fluido refrigerante até uma distância que não comprometa a performance do equipamento. Para além do fluido refrigerante, também há o arrastamento do óleo do compressor. Daí se conclui que, se a distância for maior do que a permitida, o óleo começa a acumular-se em determinados espaços da tubulação. 

  • O comprimento máximo mede-se em função da distância entre unidades. Esta varia de fabricante para fabricante e também é calculada de acordo com a potência do ar condicionado. Assim, no limite, para equipamentos com 24.000 BTUs, o mais comum, é haver uma distância máxima de 25 metros. Ares condicionados até 12.000 BTUs comportam normalmente uma distância máxima de 15 metros.

Não respeitar o comprimento mínimo de tubulação dos equipamentos de ar condicionado, pode resultar em duas consequências indesejáveis: Ruído e vibração. O comprimento mínimo recomendado costuma ser de 3 metros.

Para além dos comprimentos mínimo e máximo das tubulações e de acordo com a capacidade do equipamento a ser instalado, também dever-se-á ter em conta o diâmetro adequado para as linhas de líquido e gás. 

Adicionalmente e igualmente importantes, as cotas, ou seja, a altura do condensador em relação aos evaporadores, são medidas a ter em atenção aquando da instalação de qualquer equipamento de ar condicionado.

Tubulação de cobre ou alumínio: vantagens e desvantagens

Nunca é demais lembrar que o tipo de material utilizado na instalação do ar condicionado é de grande relevância para o desempenho do equipamento.

Alumínio ou cobre é sempre a questão que se coloca! Vejamos as diferenças entre estes.

Tubulação de alumínio

O preço é a sua grande vantagem: 

  • Por ser um mineral muito mais abundante na crosta terrestre do que o cobre e bem mais leve – sendo aproximadamente 30% do peso cobre – o seu preço é significativamente mais baixo.

Quanto a desvantagens, existem algumas: 

  • É muito mais propenso à corrosão. O alumínio no local de contacto com as peças de latão ou metal, e na presença do ar atmosférico, fica mais poroso e com maiores probabilidades de ter fugas.
  • Trata-se de um material muito mais frágil e fácil de ser amachucado. Uma vez danificado, muito dificilmente se consegue reparar. O mais certo é que a tubulação deverá ser totalmente substituída.
  • Por outro lado, o alumínio tem uma menor condutividade térmica que o cobre, fazendo com que o equipamento demore mais tempo a executar as suas funções.

Tubulação de cobre

Façamos o exercício inverso e comecemos por dizer que o preço é a sua grande desvantagem.

  • O cobre pode custar o dobro do alumínio, por não ser um material tão abundante e, obviamente, pelas vantagens que descrevemos a seguir.
  • Podemos também apontar que é um material mais pesado, o que pode dificultar um pouco a instalação. Mas sendo mais pesado, é também mais sólido.

Quanto a vantagens:

  • O cobre possui maior condutividade térmica, o que garante o arrefecimento e aquecimento com maior rapidez – claramente um indicador de eficácia do equipamento.
  • Os tubos de cobre são mais rígidos e resistentes do que os de alumínio, tendo menores probabilidades de oxidar. Se houver degradação ou danos, estes tubos podem ser reparados através de solda – o que não acontece quando os tubos são de alumínio.

Na opinião dos técnicos, vale sempre a pena investir na tubulação de cobre! E por falar em técnicos de ar condicionado, estes é que devem levar a cabo todas as tarefas de instalação. Escolher uma boa empresa de climatização faz toda a diferença na performance e durabilidade do equipamento do ar condicionado. 

A Megaclima assegura todos os passos, desde a compra do modelo certo até à respetiva instalação, sem esquecer a assistência e manutenção! O nosso número é o 219 253 300, o nosso email é geral@megaclima.pt e ainda pode preencher os nossos formulários online. Ficamos à espera do seu contacto!