5 Mitos e verdades sobre o ar condicionado

Nunca é demais escrever sobre a importância do conforto térmico. Ter os níveis adequados de temperatura, humidade e os valores de pureza do ar na escala certa são as condições ideais para um espaço fechado, quer em contextos domésticos quer quando se fala em empresas. Hoje em dia, com a variedade e tecnologia dos modelos de ar condicionado é possível conseguir um ambiente assim. Todavia, todos sabemos que há vários mitos e verdades sobre o ar condicionado. Fique por aqui para saber mais sobre alguns destes.

O ar condicionado faz mal à saúde?

Atualmente, a saúde é o tema mais flagrante. Tentamos colmatar todos os obstáculos que uma situação de pandemia nos coloca e proteger-nos do contágio o melhor possível. A higiene e o distanciamento social são pontos-chave nesta luta. Mas isso não significa que não possamos continuar a usufruir dos benefícios do ar condicionado. Assim, a resposta a esta pergunta é NÃO!

MITO – O ar condicionado não prejudica a saúde. Não é por acaso que os hospitais usam o ar condicionado sem qualquer problema. Por outro lado, este equipamento pode também filtrar o ar, dando-lhe mais qualidade. Agora, temos de advertir que a limpeza e manutenção do ar condicionado são de extrema importância! Estas devem ser feitas com frequência e profissionalismo, com a ajuda de um técnico credenciado, para que possa experienciar todas as vantagens do ar condicionado.

O ar condicionado gasta muita energia?

Num mundo em que a ecologia e a sustentabilidade quer ser enraizada, seria muito pouco inteligente qualquer setor não estar atento a estas preocupações. A climatização, obviamente, não foge à regra e os fabricantes são os primeiros a atualizar o mercado com modelos que funcionam de um modo “verde”. Assim, a resposta a esta pergunta é NÃO!

MITO – o ar condicionado não gasta muita energia. Mas para que o consumo de energia ser baixo, todos os passos são importantes, desde a compra até à instalação, sem esquecer a manutenção e o correto uso! Os Btus têm de ser os adequados para o espaço. Um equipamento subdimensionado ou sobredimensionado para o ambiente pode, claro, provocar possíveis aumentos no consumo de energia. Outro aspeto a ter em conta é a necessidade de fazer um bom controlo de temperatura e do próprio ambiente climatizado, fechando portas e janelas para que o ar condicionado não entre desnecessariamente em elevado esforço para alcançar a temperatura pretendida.

Ainda se lembra do que são os Btus?

Btu é a sigla de… British Thermal Unit (Unidade Térmica Britânica – tradução livre) que se trata da unidade de potência mais usada no que toca aos equipamentos de ar condicionado. Quanto mais os BTUs, maior será a potência de aquecimento e arrefecimento, maior rendimento terá. Para chegar aos Btus mais adequados para o seu caso, há que fazer um bom cálculo térmico. Um ar condicionado com menor potência não lhe dará conforto térmico, aumentando custos com manutenção e consumo de energia, além de demorar mais tempo para aquecer ou arrefecer o ambiente. Por outro lado, um equipamento sobredimensionado será mais caro e vai além do que realmente precisa.

Continuando a falar sobre mitos e verdades sobre o ar condicionado…

É verdade que a Tecnologia Inverter permite poupar mais energia?

Podemos já responder prontamente a esta questão: SIM!

VERDADE – A Tecnologia Inverter, sobretudo comparada com o modo de funcionamento tradicional de um ar condicionado, é uma das principais características que permite manter bons níveis de consumo de energia. A Tecnologia Inverter tem um ritmo contínuo, enquanto o modo convencional opta por picos de energia. É como correr e parar, correr e parar. O esforço para recomeçar é maior e gasta-se mais energia. Ao preferir o aumento e diminuição gradativos na rotação, a estabilidade e o equilíbrio, os ares condicionados Inverter evitam o pico de energia no momento de arranque do compressor, garantindo uma economia de até 40% no consumo.

O ar condicionado faz muito barulho?

Se olharmos com atenção para a tabela de decibéis é fácil avaliar o que é um funcionamento silencioso. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), qualquer som acima dos 50 decibéis, durante um tempo prolongado, já causa muito incómodo e, dependendo da sensibilidade, até pode gerar tonturas, dores de cabeça e zumbidos. Tendo este valor como referência, a resposta a esta pergunta é: NÃO!

MITO – ter conforto térmico tem a cedência do investimento inicial e os cuidados que tem de ter com o equipamento. Não terá de comprometer o seu bem-estar com barulhos! No equipamento de ar condicionado encontra a informação de ruído seguindo a indicação ”dB(A)]39/33/25/19”, o que equivale, respetivamente, aos graus de ruído alto, médio, baixo e mínimo ou silencioso. Escolher os modelos com a Tecnologia Inverter (sem paragens e arranques de compressor) e split (unidade interior e exterior separadas) são bons conselhos para adquirir um ar condicionado silencioso.

Os decibéis em sua casa são… 50 dB frigorífico; 50 – 60 dB escova de dentes elétrica; 50-75 dB máquina de lavar roupa; 50-80 dB máquina de barbear elétrica; 60 dB máquina de lavar louça; 60 – 85 dB aspirador; 60-95 dB secador de cabelo; 65-80 dB despertador; 75-85 dB autoclismo; 80 dB campainha; 80 dB telefone.

É necessário fazer uma limpeza e manutenção periódicas ao equipamento?

Absolutamente SIM! Cuidar do seu ar condicionado é cuidar de si e dos seus desejos de conforto térmico!

VERDADE – A sujidade pode obstruir filtros, impedir passagem de ar nas alhetas, corroer peças, entre outros. Não há dúvidas de que as corretas limpeza e manutenção vão garantir a melhor performance e uma durabilidade maior do seu ar condicionado. Conheça aqui o contrato de assistência e manutenção da Megaclima!

E ficamos por aqui no que toca a mitos e verdades, embora pudéssemos descrever muito mais situações em que o ar condicionado é “desprezado” nas suas qualidades e vantagens.

A Megaclima está no mercado há mais de 27 anos e quer continuar a contribuir para o bem-estar dos seus clientes. Ajudamos na escolha do equipamento, na sua instalação e manutenção. Basta contactar-nos! Ligue-nos para o número 219 253 300, envie-nos um email para geral@megaclima.pt ou preencha os nossos formulários online.