Temperatura e conservação de alimentos

Conservação de alimentos

É dito e sabido que em ambientes de conservação de alimentos ou de outros produtos, a temperatura assume o controlo. Deixando o âmbito doméstico, estendemo-nos ao armazenamento de alimentos no plano industrial. Aqui, a climatização, uma vez mais, destaca-se pela sua importância. E não é só a temperatura que entra neste processo de conservação. Existem outros indicadores que tocam na esfera da climatização e que garantem uma boa conservação, como seja a humidade relativa e a circulação/correta ventilação do ar.

A Temperatura

Dependendo do tipo de produto ou alimento de que estamos a falar, o tempo e as condições de armazenamento (luz, atmosfera, entre outros), em parceria com a temperatura, também têm de entrar na equação. Existem processos de conservação de alimentos pelo frio e pelo calor. Se falarmos da conservação pelo frio, a refrigeração é responsável pela conservação a curto prazo e a congelação pela mesma a longo prazo. No princípio da conservação pelo frio, o malefício a ser controlado é a proliferação microbiana e as reações enzimáticas. O princípio básico da conservação pelo frio é manter a temperatura abaixo do ponto ótimo de crescimento e da reprodução dos microorganismos.

Curiosidade

Sabia que a velocidade de deterioração da alface aumenta rapidamente com a temperatura acima de 0ºC? A vida útil da alface a 3ºC é apenas 50% da vida útil a 0ºC.

Quanto à conservação de alimentos pelo calor, esta faz-se através da redução da carga microbiana e da desnaturação das enzimas, por exposição dos alimentos a temperaturas superiores aos limites máximos suportados pelos microorganismos. Por outro lado, as temperaturas também não podem ser demasiado altas para não provocarem a degradação dos alimentos. Exemplos da conservação dos alimentos pelo calor são os processos de Pasteurização e Esterilização.

Atualmente, assistimos à tendência do regresso do tradicional. Ao nosso bairro, com novos designs e conceitos, chegam as padarias, os pequenos supermercados, a par dos cafés, dos cabeleireiros e afins. Em qualquer estabelecimento comercial, o conforto térmico conseguido pela boa climatização é essencial para fidelizar clientes. O ar condicionado é sempre um bom parceiro de qualquer processo efetivo de conservação de alimentos e permite também manter o bom aspeto e qualidade dos produtos expostos no estabelecimento.

A Humidade Relativa

A humidade relativa do ambiente interfere diretamente na atividade da água do alimento. Assim e resumidamente, a humidade a níveis baixos irá proporcionar uma desidratação do alimento e se muito alta facilitará o crescimento de bactérias. Neste caso, a desumidificação torna-se numa necessidade. Para vencer a humidade no contexto da indústria, o desumidificador industrial é a resposta certa. Só assim conseguirá uma proteção eficaz do ambiente de produção e/ou armazenamento e, por conseguinte, uma boa conservação dos alimentos. Mas as preocupações com o excesso de humidade estendem-se a outras indústrias como a informática, automóvel ou farmacêutica. Imagine o que o nível desadequado de humidade pode significar em ambientes de manipulação e armazenamento dos medicamentos. Este pode prejudicar não só a aparência do produto, como comprometer a sua eficácia, o que é perigoso.  

Outro conselho é o de que nunca deverá menosprezar o binómio Humidade Relativa/temperatura, sendo que, no geral, quanto mais elevada é a temperatura de armazenamento, menor deverá ser a humidade relativa, aplicando-se também o inverso.

A ventilação do ar

Tendo como contexto o industrial, a ventilação não só provoca a dispersão de contaminantes no ar ambiente, bem como dilui concentrações de gases, vapores, conseguindo promover conforto térmico ao homem e as condições certas para a conservação de cada produto específico. Por outro lado, também promove a preservação de equipamentos e maquinarias, diminuindo a temperatura de motores e isolando cabines elétricas de produtos inflamáveis. Sendo assim, enumeramos as vantagens de uma ventilação no ambiente industrial:

Vantagens de um bom sistema de exaustão e ventilação

   – Minimiza os custos de investimento e funcionamento;

   – Traz maior conforto térmico ao ambiente;

   – Evita a disseminação de doenças;

   – Elimina gases, maus cheiros, vapores e partículas nocivas;

   – Aumenta a produtividade dos funcionários;

   – Ajuda na conservação do produto industrial, máquinas e equipamentos.

Aparelhos de medição

Para ter uma noção real de valores de humidade relativa e temperatura, os aparelhos de medição são indispensáveis. A utilização deste tipo de equipamentos deve começar logo na fase inicial de escolha e configuração dos sistemas de aquecimento, arrefecimento e ventilação, avaliando os níveis de temperatura do ar e os parâmetros de humidade relativa. Só assim, conseguirá configurar os níveis adequados para garantir uma climatização equilibrada para o ambiente em causa e em sintonia com as suas necessidades nos diferentes contextos de aplicação.

Um termómetro é, com mais ou menos tecnologia, um sensor de temperatura. Entre os termómetros, podemos falar dos Data Loggers (termómetros de ambiente e registadores de dados climáticos) e dos Termohigrómetros (aparelhos de medição da temperatura e da humidade na atmosfera). Estes últimos vão ao encontro do que explicávamos anteriormente.

Em estilo de resumo, a temperatura afeta a nossa sociedade, os nossos espaços, a nossa atitude… A conservação de alimentos é apenas um numa lista vasta de itens. Produtos de higiene e beleza, como maquilhagem e cosméticos, podem ter sua eficácia reduzida se não forem armazenados na temperatura correta. Na sua casa de banho, as altas temperaturas e a humidade afetam a usabilidade de produtos, diminuindo sua vida útil e aumentando as possibilidades de oxidação (dos perfumes, por exemplo), além da perda de eficácia (no caso do protetor solar). Há que investir em climatização em todas as facetas da sua vida, quer pessoal quer profissional.

E nunca se esqueça de que a performance de qualquer equipamento está diretamente relacionada com o nível da instalação e da manutenção técnica que deverá ser feita atempadamente. Prefira a manutenção preventiva à curativa! Hoje em dia, temos máquinas que embora muito intuitivas, são muito complexas do ponto de vista técnico. A Megaclima, com a sua equipa de técnicos experientes e credenciados e a sua solidez de mercado, é altamente capaz de lhe dar o melhor apoio. Conte connosco! Para contactar-nos, basta ligar-nos para o número 219 253 300, enviar-nos um email para geral@megaclima.pt ou preencher qualquer um dos nossos formulários online.

Compartilhe o nosso artigo
Facebook
LinkedIn
Twitter